Programa oferece suporte à saúde emocional dos profissionais da Educação

A meta é atender, até o final do ano, todas as coordenações regionais de Educação do estado

A Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc), por meio da Gerência de Segurança e Saúde do Servidor, transmite nesta terça-feira (10/8) as lives de lançamento do Programa Somos Capazes para Educadores, destinado a todos os profissionais da Educação da rede pública estadual de ensino.

O programa traz, em encontros on-line, temas relacionados à saúde mental e emocional, e debates sobre o enfrentamento à pandemia de Covid-19. O objetivo é oferecer instrumentos que contribuam para a segurança em saúde e o bem-estar destes profissionais.

Para atender melhor cada regional, a Seduc criou grupos específicos. São quatro polos que atenderão, cada um, dez coordenações regionais de Educação (CREs). Polo Empatia, Polo Resiliência, Polo Cooperação e Polo Autoconhecimento.

De acordo com a psicóloga Adalgiza Erse, da Gerência de Segurança e Saúde da Seduc, o programa é importante e deve beneficiar os servidores com conteúdos motivacionais, principalmente neste momento de pandemia.

A primeira live realizada, na manhã desta terça-feira (10/8), foi direcionada ao “Polo Empatia”, onde foram atendidos os servidores das CREs de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Goianésia, Luziânia, Uruaçu, Inhumas, Morrinhos, Mineiros, Santa Helena e Itapuranga. Ainda hoje, às 15 horas, a transmissão será para o Polo Resiliência, atendendo as CREs de Iporá, Rio Verde, Águas Lindas, Pires do Rio, Minaçu, São Luís de Montes Belos, Ceres, Piracanjuba, Jataí e Palmeiras. Na quarta-feira, dia 11 de agosto, os encontros serão com o Polo Autoconhecimento e Polo Cooperação.

Todas as lives serão realizadas por meio do canal da Seduc no Youtube. Para saber mais informações, cronograma e horários, basta acessar as redes sociais do Programa Somos Capazes para Educadores.

Metodologia
O “Somos Capazes para Educadores” é um programa que busca trazer através de rodas de reflexão, lives e palestras, instrumentos de apoio e acolhimento aos profissionais da rede estadual de Educação (docentes, direção e servidores administrativos e operacionais).

A meta é, além de dar o devido suporte emocional, capacitar os tutores e multiplicadores da rede.

Fonte: https://site.educacao.go.gov.br/