Live sobre projeto de vida reúne 4 mil estudantes do Ensino Médio

Realizado em comemoração ao Dia do Estudante, encontro virtual relembrou alunos sobre a importância dos estudos, do autoconhecimento e da persistência

Mais de 4 mil estudantes de Ensino Médio da rede pública estadual de ensino participaram, na manhã desta quarta-feira (11/8), de uma live sobre o componente curricular Projeto de Vida e suas contribuições para o futuro. A ação foi mediada pela equipe da Superintendência de Ensino Médio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e contou com a presença da especialista em Educação, Anna Penido, e da secretária de Educação de Goiás, Fátima Gavioli.

Na oportunidade, Anna Penido compartilhou com os alunos um pouco da sua experiência de vida, destacando momentos de sua formação escolar que lhe proporcionaram desenvolvimento pessoal e autoconhecimento. De acordo com a especialista em Educação, momentos formativos como os promovidos dentro do componente curricular de Projeto de Vida ajudam a “direcionar a nossa vida para um lugar que nos traz realização”.

“Projeto de vida não é aquela pergunta sobre o que você vai ser quando crescer, o que você vai prestar no Enem ou vestibular ou a profissão que você vai seguir.”, explicou Anna Penido. “A grande pergunta do Projeto de Vida é: quem você quer ser quando crescer? Que ser humano você vai ser hoje para que você também possa ser quando sair da escola, no futuro? Que valores você quer ter? Que diferença você quer fazer no mundo?”.

Ainda sobre a temática, Anna Penido destacou que são diversas as oportunidades, dentro do ambiente escolar, para que os alunos coloquem em prática os planos e os aprendizados obtidos com a disciplina. Segundo ela, o primeiro passo é aproveitar o diálogo apresentado pelo próprio componente curricular, realizando trocas com o professor orientador e com os seus pares.

“O professor não está ali para tomar as decisões por nós, ele está ali para nos oferecer subsídios, para provocar, para melhorar, mediar, facilitar, dar aquele suporte para que a gente consiga tomar nossas próprias decisões com responsabilidade, com autonomia, com consciência”, afirmou Anna.

Especialista em Educação Anna Penido compartilhou dicas com os estudantes sobre como aproveitar as oportunidades

Para a superintendente de Ensino Médio da Seduc, Osvany Gundim, a live foi uma oportunidade de, no Dia do Estudante, poder falar com a juventude sobre a construção do futuro e sobre o papel dos estudos na preparação para esse futuro.

“É como a gente sempre conversa: primeiro a gente planeja, sonha, traça caminhos. E depois, nessa fase em que alguns de vocês estão, só resta seguir firmes rumo aos objetivos que vocês planejaram”, reforçou a superintendente.

Protagonismo juvenil

As estudantes Giulia Travain Paim, de Rubiataba; e Nátally Silva Marinho, do município de Anápolis, foram as responsáveis por representar a classe estudantil no encontro virtual. Juntas, elas falaram um pouco sobre suas experiências com o protagonismo juvenil e sobre suas participações na disciplina de Projeto de Vida.

Para Giulia Paim, que cursa a 3ª série do Ensino Médio, o Projeto de Vida tem possibilitado reflexões não só sobre o futuro profissional, mas também sobre a própria vida. “São assuntos que fazem a gente refletir muito sobre nós mesmos. Ajuda a pensar no futuro não como um ‘bicho de sete cabeças’ e a mostrar que a gente pode fazer a diferença”, afirmou a estudante.

Já a estudante Nátally Silva Marinho aproveitou para compartilhar com os colegas como as oportunidades disponibilizadas dentro da escola podem auxiliar no desenvolvimento do protagonismo e de outras habilidades pessoais. Para ela, a experiência em programas como o Jovens Embaixadores foram fundamentais para que ela superasse a timidez e se engajasse no desenvolvimento de novos projetos.

“Tanto o protagonismo juvenil quanto a troca de estudante para estudante é extremamente importante não só para a gente estar ali, estudando e se preparando para o Enem e para a faculdade, mas sim, se preparando para a vida, se preparando para a viver em sociedade”, concluiu.

Grêmio Estudantil

Durante a live a secretária de Estado de Educação, Fátima Gavioli, anunciou duas novidades aos estudantes do Ensino Médio: a entrega dos chromebooks e a retomada dos grêmios estudantis nas escolas estaduais.

De acordo com Gavioli, o Governo de Goiás entregará 60 mil chromebooks para que estudantes da 3ª série do Ensino Médio possam realizar suas atividades escolares e acessarem conteúdos educativos extracurriculares. A medida se soma a ações como a criação de laboratórios de robótica e o programa Equipar, que possibilitaram a melhoria no processo de ensino-aprendizagem.

“Isso tudo é para instigar, promover em vocês questionamentos. É para ensinar vocês a fazerem pesquisa, fazer de vocês sujeitos questionadores nessa sociedade. Essa é a nossa intenção”, ressaltou a secretária.

Junto à presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás, Bia de Lima, Fátima Gavioli anunciou também a retomada dos grêmios estudantis nas escolas da rede estadual.

“Essa é realmente uma boa notícia. Nós, que somos do sindicato, entendemos que o Grêmio Estudantil ajuda a melhorar a gestão das escolas, ajuda a formar lideranças, ajuda o protagonismo estudantil e é fundamental em tempos como esse”, celebrou Bia.

Fonte: https://site.educacao.go.gov.br/