Eleição de deputado estadual por Morrinhos depende somente do eleitor

Eleição de deputado estadual por Morrinhos depende somente do eleitor

Onofre Garcia

Estamos em ano de eleições gerais no País e caberá ao eleitor ter a responsabilidade de votar em que tem compromisso com a melhoria da condição de vida da comunidade. Em Morrinhos não é diferente, depois de aproximadamente 20 anos sem ter um representante na Alego, têm em outubro próximo a oportunidade de eleger um deputado estadual. Sendo assim, é necessário que o morrinhense faça uma escolha acertada, obedecendo alguns critérios para contar novamente com um nome do município no parlamento estadual. Primeira é importante deixar-se contaminar pelo vírus do bairrismo, votando em quem tem domicílio eleitoral na cidade, evitando os concorrentes de fora que sempre irão, primeiro pensar nos municípios de origem na hora de trazer os benefícios, reservando somente as migalhas para outros locais.

É recomendável ainda que não haja a pulverização de votos, já que poderá haver um número grande de pré-candidatos. Nessa hora é imprescindível que o eleitor entenda que muitos entram na disputa sem a menor chance de vitória, concorrendo por outros interesses, ou de grupos para atrapalhar algum nome que não seja da corrente partidária a que pertence ou os sonhadores, que vivem fora da realidade política eleitoral. Para fazer essa escolha é só verificar quem tem mais popularidade, serviços prestados e ocupam as primeiras colocações nas pesquisas. Morrinhos conta atualmente com vários nomes que pretendem disputar o pleito para deputado estadual. Pode até ser democrático, mas nada disso adianta se não tiver densidade eleitoral com reais chances de vitória, podendo levar o município a continuar sem um representante na Assembleia Legislativa de Goiás em decorrência da divisão de votos. Por isso é bom o eleitor ficar atento na hora de votar, tendo em vista que tudo depende da escolha bem feita para que Morrinhos volte a ter um deputado estadual. Vale ressaltar que o município tem votos suficientes para que um nome saia eleito aqui de dentro.