Criado pelo Governo de Goiás, projeto Juventude Cultural contemplará meio milhão de estudantes da rede estadual

Por meio de aplicativo, a iniciativa integrará programas da Secult, Seduc e UFG, visando democratizar o acesso à produção cultural goiana a alunos do Ensino Médio

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Cultura (Secult Goiás), anunciou, no lançamento do programa Retomada Cultural, no dia 30 de julho, a criação do projeto Juventude Cultural, que disponibilizará centenas de produtos culturais a 530 mil estudantes da rede pública, por meio do aplicativo Juventude Cultural.

Com a iniciativa, que tem parceria da Secretaria de Estado de Educação (Seduc Goiás) e da Universidade Federal de Goiás (UFG), os professores de Educação Artística da rede pública estadual terão à sua disposição um banco de projetos com centenas de produtos culturais para utilização em sala de aula.

O objetivo da proposta é fomentar e instigar a curiosidade artística e cultural do jovem e democratizar o acesso à produção cultural goiana, com o compromisso de valorizar e resgatar a identidade cultural e artística de Goiás.

A meta do Governo de Goiás, com essa iniciativa, é proporcionar a todos os jovens, particularmente aos matriculados nas escolas da rede pública estadual, acesso à arte e à cultura, permitindo-lhes pleno desenvolvimento de seus potenciais artísticos e culturais.

Por isso, além dos mais de meio milhão de alunos potencialmente atendidos, a ação pretende contemplar também 6.342 estudantes do projeto Arte Educa, da Seduc, que engloba as áreas de Artes Visuais, Dança, Teatro e Música (bandas, fanfarras, violão), e cerca de 1.800 professores capacitados em Artes.

Parcerias

Com a cooperação técnica entre a Secult, por meio de seus programas de fomento e incentivo; a UFG, criadora de softwares e aplicativos, e a Seduc, através do programa Arte Educação Goiás Ciranda da Arte, propiciará, potencialmente, aos estudantes, acesso a milhares de conteúdos digitais produzidos por artistas, escritores e detentores de saberes culturais de Goiás.

O programa Juventude Cultural, como fornecedor de produtos culturais de Goiás, será potencializador e catalisador do programa Arte Educação Goiás Ciranda da Arte, levando Arte e Cultura a milhares de jovens.

A Universidade Federal de Goiás (UFG) produzirá o aplicativo Juventude Cultural para utilização em smartphones, totens digitais e óculos 3D, com recursos do programa, e será responsável pela atualização e manutenção das plataformas.

Com recursos financeiros do Juventude Cultural, a UFG, através de sua Oficina de Software, será responsável por desenvolver as inovações tecnológicas necessárias à implementação do programa, utilizando-se da expertise de professores e do corpo discente do Instituto de Informática da universidade.

Cultura

À Secult caberá o fornecimento de vídeos e outros produtos culturais cedidos por artistas contemplados em seus editais e programas, gratuitamente, para utilização no programa Juventude Cultural em escolas públicas.

Da mesma forma, os contemplados irão ceder à Secult os direitos de exibição no programa Juventude Cultural (através do programa Arte Educação Goiás Ciranda da Arte), de filmes e exibições, ou quaisquer manifestações artísticas ou culturais executadas em seus espaços culturais.

A Seduc utilizará as produções digitais do programa para ampliar experiências de apreciação artística dos estudantes em sala de aula com apresentação de performances artísticas online. Todo esse material também servirá para alimentar o site do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte e o portal Net Escola da Seduc para o acesso de professores como ferramentas didático-pedagógicas de aulas presenciais e remotas nas áreas de Artes Visuais, Dança, Música, Teatro e Cultura Popular.

Fonte:https://site.educacao.go.gov.br/